Reader Comments

Sapateira Ou Estante Acabamento Surpresa #DIY Oficina De Casa

"Maria Ana Clara" (2018-04-19)

 |  Post Reply

estantesÉ fácil ler edições antigas ou fora de circulação: as primeiras edições do Homem Aranha foram reimpressas centenas de vezes, claro, mas se você quiser explorar coisas mais obscuras ou específicas, pode passar muito trabalho (ninguém vai reimprimir a Saga dos Clones, pessoal). É muito mais fácil colocar as suas mãos em material raro, caro, antigo ou limitado de modo digital do que indo atrás das edições físicas. Você terá a oportunidade de ler histórias que de outro modo não poderia, e isso é maravilhoso.

A narrativa de Gaiman é fluida e envolvente em todas as suas histórias. Somando isso com os quadrinhos de Russell, tudo fica ainda mais rápido e imersivo. Comecei a leitura com intuito de ler apenas um capítulo, mas quando percebi já estava querendo saber que aconteceria.

Conseguir um autógrafo na HQ que você ama e poder falar com um quadrinista que admira é muito legal, mas não deixe de aproveitar algo que só uma Comic Con pode oferecer: uma gama imensa de artistas independentes com trabalhos incríveis. Com gibis de todos os gêneros e enredos inéditos, esses artistas estão lá por conta própria acreditando em um sonho. É uma oportunidade única de conhecer novo e ainda ter um contato muito próximo com os quadrinistas. Ainda mais quando muitos deles têm obras realmente geniais. Geralmente não é tipo de material que tem acesso ao público em livrarias, em bancas", comenta Hugo Nanni, que lança na feira duas HQs, então a gente depende muito dessa logística, porque (são) nesses eventos que nós consegue ter contato com público".

A ideia da caixa-estante para carrinhos miniaturas foi implementada ao Viagem pela Literatura, em 2002, com uma unidade. A partir de 2006, número foi aumentando até chegar às cinco atuais. De 2005 a 2011, as caixas-estantes foram responsáveis por 7730 empréstimos de livros em comunidades de Vitória que não possuem biblioteca.

E aí temos problema. Quando um opinador usa, para qualificar uma HQ, fica bonito na estante", quer dizer que tudo está errado! Os encadernados precisam existir, mas talvez você leitor, não precise comprar obras com qualidade questionável, apenas para ter uma lombada super bonita na estante. A primeira coisa que vocês devem se questionar quando compram algo é: A história é boa e vale todos os reais que vou investir nela?" Pois, quando você compra uma obra, sua primeira experiência deve ser prazer da leitura, por um número de vezes determinado apenas por você, e não para pegar volume e botar na estante para fins de ostentação domiciliar, junto a visitas e amigos nerds".

Houve tempos quando coleção era coisa dos extremos da vida: ou matéria de crianças com seus bonés, álbuns de figurinhas e bolinhas de gude; ou distração de aposentados atrás de relíquias como moedas antigas e, ápice dos ápices, selos, muitos selos. Desde há muito tempo eu tinha desejo de comprar uma cristaleira. Ao pesar as questões levantadas acima sobre segurança, proteção e extensão das coleções eu logo decidi por essa opção. Eu vinha expondo as peças em uma estante aberta que logo se mostrou inadequada devido ao grande acúmulo de poeira sobre as figuras. Isso fez com que eu as guardasse e partisse à procura de uma cristaleira. Após rodar várias lojas em São Paulo (capital) pude perceber que os preços variavam grandemente e não eram tão atrativos. Depois de muito procurar decidi por um modelo que agregasse preço, estilo e proteção. Alguns critérios eram imprescindíveis para mim, dentre eles a possibilidade de se enxergar as peças de vários ângulos, ou seja, seria necessário a presença de vidros anteriores, laterais e se possível posteriores. Percebi, no entanto que a presença de "vidro" encarecia grandemente a cristaleira. Sendo assim tive que ajustar esse meu desejo ao preço.

Meu jeito de colecionar é que me preocupo em comprar jogos de qualidade, procurando conhecer vários tipos de jogos e franquias escolhendo-os de forma cautelosa, e ao mesmo tempo, quando gosto de determinada franquia, procuro obter tudo sobre ela, claro, à medida do meu orçamento.Eu piro com edições limitadas, mas também não saio que nem louca procurando obter tudo, até mesmo porque dinheiro não dá.

Claro, tive que dedicar um tempo garimpando os anúncios, e escolhendo pacotes formados apenas por gibis que eu não tinha ou que prejuízo não fosse maior que 1 ou 2 por pacote. Peguei uns 5 repetidos nessa compra, mas ainda assim compensou muito, pois se tivesse comprado um por um separado preço seria muito mais alto.

No Brasil, as histórias em quadrinho surgiram em meados do século XIX, mas apenas se popularizou com lançamento de clássicos como A Turma da Mônica", Menino Maluquinho", A Turma do Pererê" e Tico-Tico", que é considerada a primeira revista em quadrinho lançada no Brasil, em 11 de outubro de 1905.

estantesToda grande loja de brinquedos costuma vender miniaturas das grandes marcas (Hot Wheels, Greenlight, Johnny Lightning, M2, Maisto). No entanto, assim que a coleção começar a aumentar, sua exigência em adquirir produtos especializados também vai subir. Logo você vai notar que vai ficando cada vez mais difícil encontrar exclusividades.

Add comment