Reader Comments

Te Vejo Na Rede

"Henrique" (2018-04-17)

 |  Post Reply

Em outubro deste ano, um ataque massivo ao servidor Dyn deixou milhares de pessoas sem internet ao usar uma rede de câmeras de segurança conectadas para a invasão. Estas câmeras de segurança executam cota dos milhares de objetos que, no futuro, estarão conectados à web, trazendo para realidade o conceito chamado Internet das Coisas, ou Internet of Things (Iot).


A tendência, segundo os participantes seniores do Instituto de Engenheiros Eletricistas Eletrônicos (IEEE) - Augusto Fröhlich, Arthur Ziviani, Paulo Miyagi e Raul Colcher - é que, provavelmente, todos os aparelhos elétricos estejam conectados. E com a miniaturização dos dispositivos eletrônicos, superior disponibilidade de intercomunicação e recentes maneiras de recarregar energia, a penetração desses aparelhos no mercado, e nas nossas vidas, será cada vez maior, aumentando assim como a tristeza com a segurança. A característica emergente pra eletrônicos de consumo é a suspeita de interconexão", explica Raul Colcher, Professor e coordenador de cursos de pós-graduação da Fundação Getulio Vargas e CEO da Questera Consulting.


Bem que muitos sejam os proveitos desta conectividade - colaboração com a mobilidade, mais acesso à dado, melhoria de serviços, supervisionamento de saúde, etc. - há de se tomar muito cuidado com nossos fatos disponíveis em tantos lugares diferentes. Com a progressiva interconexão de dispositivos a pessoas e processos, ficamos mais vulneráveis a ataques cibernéticos de tipos diversos e mais expostos em ligação a nossos hábitos e preferências, nossas rotinas, etc.", explica Raul Colcher. Nesse ponto é preciso que os três pilares envolvidos no setor, Governo, desenvolvedores e comprador, mudem seus padrões. Do lado da tecnologia, o progresso tem sido violento e todos parecem apreender o grande perigo ao qual estamos nos revelando com a IoT. Você pode cobiçar ler mais qualquer coisa mais profundo relativo a isso, se for do seu interesse recomendo navegador no site que originou minha post e compartilhamento dessas infos, encontre veja isso e leia mais sobre. Do lado dos agentes de regulamentação, tal governamentais quanto industriais, me parece assim como existir uma frequente predisposição à adoção de algumas tecnologias sempre que algum avanço em termos de segurança é alcançado.


Todavia, do lado das pessoas, acredito que exista ainda uma gigantesco desinformação. Tome como exemplo o enorme ataque de DDoS de outubro: poucas pessoas imaginavam que seus roteadores wi-fi e suas câmeras de vigilância poderiam ser usadas por hackers pra atacar grandes organizações. Pior ainda, diversos ainda nem sequer desconfiam que tiveram seus materiais usados no ataque".


O foco é sutil. Logo, as grandes empresas do setor poderiam fazer duas coisas: abrir espaço para novos protocolos e algumas soluções de segurança, compatíveis, mas especialmente diferentes daquelas da Internet convencional, e não armazenar os dados da IoT sem antes anonimizá-los. A primeira prática implicaria em novos investimentos e a segunda pela perda da prática de mapear estratégias de venda com freguêses específicos. IEEE, Institute of Electrical and Electronic Engineers (Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos) é a maior organização técnico-profissional global, dedicada ao avanço da tecnologia para o benefício da humanidade.



  • Quais avaliações práticas ou restrições existem

  • 16/doze/2017 07h00 Atualizado dezoito/12/2017 11h24

  • 10° território - dezoito.266 pts

  • Reduza as notificações

  • dois - Liste as tuas prioridades

  • Porto Seguro: Oito,12

  • Mantenha a consistência do teu blog

  • cinco - Star Walk for iPad



mais recente blog

Aliás, o mesmo ocorreu com Itamar Franco. O jeito, pelo visto, é votar nos vices. Brasil além de tudo! Faz-se crucial e urgente que essa mesma denúncia seja repetida nos mesmos automóveis e nos mesmos horários da propaganda mentirosa patrocinada pelo PT. Caso contrário, o "encantador de chupins e ignaros" vai terminar convencendo cada vez mais eleitores ingênuos.


Esperamos que os partidos que se opõem à praga lulopetista acordem e cuidem disso. É inadmissível a "ingenuidade" dos defensores de Lulla. Irá lá que os iletrados clientes do Bolsa Família - na verdade, o maior programa de eliminação social que conheço - o julguem inocente e perseguido. Lula reclama de ser vítima da superior caçada jurídica que um presidente prontamente sofreu. Contudo ele não merece? O leitor sr. Manuel Pires Monteiro (15/cinco) pergunta: "E Lula vai delatar quem?



Add comment