Reader Comments

L7405

"João Leonardo" (2018-04-13)

 |  Post Reply

elevador para casaAs plataformas para deficientes funcionam como elevadores, substituindo ou se tornando uma opção para uso de rampas de acesso. As plataformas para deficientes realizam a locomoção de deficiente fisico, visual ou outro tipo de redução de mobilidade, promovendo independência e segurança. As plataformas realizam percursos de, no máximo, quatro minutos e geralmente são utilizadas para substituir lances de escada.

As plataformas para deficientes funcionam como elevadores, substituindo ou se tornando uma opção para uso de rampas de acesso. Já na questão da conta de energia elétrica custo do elevador residencial também não é dos mais caros dentro de uma residência, onde geralmente há 2 a 4 chuveiros, torneira elétrica, TV e computadores ligados quase dia inteiro, em razão disso, valor acrescido não é dos mais assustadores.

Imagine a seguinte situação na Rodoviária de Rio Preto. Uma mulher com duas malas e uma criança de colo aperta botão para chamar elevador Ponta grossa (www.portac.com.br). Nada de as portas abrirem. Na parede, a resposta para a demora. Um cartaz pede que usuário procure um vigilante ou busque a chave do elevador no setor de informações, que fica no piso intermediário (da rua Pedro Amaral). Acredite, que era para ser um equipamento para facilitar a vida de gestantes, mães, idosos, e deficientes virou uma frustração.

Na verdade custo mensal do elevador residencial desde que utilizado sem exageros, nem como brinquedos por crianças, pode ser comparado ao mesmo gasto de utensílios domésticos como por exemplo, uma máquina de lavar roupas. Outro ponto importante quanto ao custo do elevador residencial na conta de energia, é que no modo stand-by gasta mesmo que um aparelho eletrônico, ou seja, praticamente nada.

Ocupando um espaço pequeno, os elevadores residenciais oferecem muita comodidade e segurança. Esses elevadores para cadeirantes fazem parte de um grupo especial de produtos, dos quais uso é limitado e a capacidade de carga reduzida, porém, isso não impede que ele transporte mais de uma pessoa, caso seja necessário e as cargas que elas possam, por ventura, ter. Sendo assim, sua utilização é recomendada tanto em residências, servindo de opção secundária para evitar as escadas, quanto ao uso empresarial, ajudando os funcionários que tenham limitações de locomoção.

Os preços não incluem impostos, frete, taxas alfandegárias, nem custos adicionais associados às opções de instalação e de ativação do serviço. Os preços são meramente indicativos e podem variar em função dos países, do custo das matérias-primas e das taxas de câmbio.

A maior parte das publicações se refere a questões de degradação ambiental, mas a disciplina não se resume somente a isso, mesmo sendo um problema complexo e de grande relevância. Ferreira (2004) apresenta alguns exemplos de estudos e intervenção na área, como: planejamento de edifícios (hospitais, casas, etc.), planejamento e avaliação de equipamentos urbanos (ciclovias, trens, etc.), tratamento de resíduos sólidos, consequências de desastres naturais, impacto de diferentes tipos de ambientes sobre populações específicas, relações de vizinhança, reações de pessoas vivendo situações extremas (cápsulas espaciais, estações isoladas), percepção e avaliação ambientais e enfrentamento de mudanças repentinas nas condições de vida.

elevador curitibaSustentabilidade significa a "responsabilidade na utilização dos recursos naturais e humanos, garantindo equilíbrio da atual e das futuras gerações" (FEDRIZZI e TOMASINI, 2008, p. 315), isto implica mudança na relação homem-ambiente em busca de melhores condições de saúde, ou seja, um dos objetivos da psicologia ambiental. Para que ocorra a mudança, ambientes devem ser projetados envolvendo arquitetos, engenheiros, paisagistas, urbanistas, etc. confirmando mais uma vez a necessidade do trabalho interdisciplinar.

Segundo Fabrício Serbake, diretor comercial da Daiken Elevadores, esse recurso pode ser instalado num imóvel em construção ou finalizado. Neste último caso, proprietário deverá conviver com a obra dentro da residência que, geralmente, leva entre duas a três semanas para ser concluída.

Renata Aparecida Oliveira olha perplexa para elevador do ônibus que não funcionava na linha B 63, no Bairro Paraíso. A rotina de quem possui limitação de movimentos é dura nos transportes de Santo André. Há linhas inteiras, inclusive as que servem hospitais, sem nenhum ônibus com elevador para deficientes físicos. Quando ônibus tem elevador, alguns motoristas não param ao verem usuário na cadeira de rodas. Quando motorista para, elevador não funciona. Foto; Adamo Bazani.

Decidi postar isso aqui porque vi que blog também tem um intuito jornalístico, de denúncias. Ai vem a pergunta: para que servem os ônibus adaptados - ainda mais os veículos de uma empresa do porte da Guarará, onde quase 100% de sua frota é adaptada - se os motoristas, ora são mal educados, ora não tem experiência em mexer nos elevadores, e ora não tem nem a chave do equipamento? É triste a situação do transporte de Santo André, ainda mais com a chegada de mais ônibus adaptados em linhas que nunca tiveram um desses antes, portanto, os motoristas não devem ter experiência nos elevadores.

Add comment