Reader Comments

Governo Cede A Cunha E Aceita Alterar Marco Da Web

"Beatriz" (2018-04-14)

 |  Post Reply

visite o site

Uma secretaria de Segurança Pública como a do coronel Nascimento é uma orelha gigante. Pela prática, ela pode escutar as conver-sas de bandidos, de outros policiais, da mulher, do filho. É uma máquina de saciar curiosos e faria, obviamente, a alegria daquele vizinho chato que sempre ficou de olho em você.


O defeito é quando esse instrumento precisa ser usado pra colocar bandido pela cadeia, como o video mostra. Este é o ponto em que a bagunça pode cessar com meses de trabalho sério. De acordo com a lei, apenas a Polícia Federal, a Polícia Civil e participantes do Ministério Público conseguem requisitar autorização da Justiça para fazer escutas. O pedido de grampo é passado pra operadoras, que gravam as conversas pelo tempo acordado pelo juiz e, depois, encaminham os detalhes aos investigadores.


As escutas e as gravações são feitas "sob segredo de Justiça". Nenhum detalhe da gravação pode ser divulgado para pessoas de fora do processo (mesmo que, na verdade, grampos vazem com regularidade). O tempo inicial é de quinze dias de gravações, contudo poderá ser prorrogado pelo tempo que durar a investigação - desde que novo pedido seja feito.


Vale relembrar, este é o episódio previsto em lei e é limitado a investigações policiais, oficiais. Se chegou até nesse lugar é porque se interessou a respeito do que escrevi nesse artigo, correto? Pra saber mais informações a respeito, recomendo um dos melhores blogs sobre este cenário trata-se da referência principal no foco, encontre nesse lugar vá para este Site. Caso precise podes entrar em contato diretamente com eles na página de contato, telefone ou email e saber mais. Pela prática, o mundo do grampo é muito mais nebuloso. É simples localizar serviços de escutas ilegais sendo ofertados pela internet. Esse é um mercado espaçoso. Basta saber como entrar. Nos telefones fixos, por exemplo, a escuta poderá ser feita em toda a linha - no respectivo aparelho, na tomada na parede, nas caixas de telefone que ficam espalhadas nos quarteirões ou nos postes. Pela prática, em qualquer ambiente no qual a linha passa. Afinal, existe o grampo telemático.


Ele consiste na gravação de tudo o que um suspeito faz no pc. Do mesmo jeito nos telefones, as estratégias são variadas: conseguem envolver arquivos infectados ou roteadores grampeados. A polícia consegue localizar muito mais coisas com o grampo telemático do que pelo de telefone. A pessoa que evita conversar coisas no smartphone não tem tal pânico de digitar", afirma Domingo Montanaro, especialista em segurança digital.


  • Camisetas vá para este site Formandos 2015 / 2014
  • Planos com limites de dados prejudicam o cliente
  • Designer gráfico ou web developer
  • cinco dicas pra cuidar "nudes" e impedir apresentação treze
  • Acréscimo do engajamento da tua audiência, em consequência da relevância de suas mensagens
  • Liney de Oliveira comentou: Vinte e três/07/doze ás 00:06

E não para por aí. Da mesma maneira que as forças policiais dependem das operadoras pra acessar as gravações, os arapongas também são capazes de se valer das corporações de telefonia para prestar serviços. E eles realizam isso pedindo auxílio aos amigos que deixaram no momento em que passaram pelas corporações ou através de um velho famoso, o suborno. Em janeiro de 2009, uma quadrilha de investigadores particulares foi presa em São Paulo pelo Deic, o Departamento de Investigações a respeito Crime Arrumado da Polícia Civil. O grupo atuava desde 2004 comercializando grampos telefônicos e quebrando sigilos bancários com a ajuda de funcionários das operadoras e dos bancos - mais de 100 pessoas, entre empresários e políticos, foram grampeadas.


Pela ocasião, a Polícia Civil declarou que suspeitava assim como do envolvimento de policiais no esquema. Casos como estes atingem até a própria Secretaria de Segurança Pública. Nos primeiros dias no governo, fui chamado por outra autoridade, também da área de segurança pública. Ele me apresentou um dossiê de gravações de telefonemas e fotografias, tudo de espionagem ilegal, contra outra pessoa da mesma pasta", diz, sem indicar nomes. Insuficiente tempo depois, explica, chegou um dossiê muito semelhante com gravações e imagens - desta vez, produzido contra o respectivo Soares.



Add comment