Reader Comments

Escolas De Pedreiro Lucram Com Inexistência De Mão De Obra Na Construção Civil

"Maria Leticia" (2018-04-11)

 |  Post Reply

Formar pedreiros, encanadores, eletricistas, azulejistas, pintores, mestres de obras e outros operários pra construção civil é o negócio dos empreendedores Sidney Bezerra e Miguel Pierre. Pra conhecer um pouco mais desse cenário, você podes acessar o web site melhor referenciado deste assunto, nele tenho certeza que encontrará outras fontes tão boas quanto estas, veja no link desse website: plataformas elevatórias. Tuas escolas suprem uma carência de mercado. Segundo procura da CNI (Confederação Nacional das Indústrias), cerca de 70 por cento das empresas no Brasil sofrem com a inexistência de mão de obra no setor da construção civil.


Com experiência anterior em franquias de educação, eles montaram a Concretta, rede de escolas profissionalizantes para a construção civil. A primeira unidade foi inaugurada em junho, em Brasília, e até o término do ano devem ser inauguradas mais 3 escolas em cidades do entorno do Distrito Federal e uma em São Paulo. 3 meses depois de o lançamento do negócio, agora foram comercializadas doze unidades e duas franquias máster, que coordenarão a expansão nas regiões Sudeste e Nordeste.


O sócio Miguel Pierre diz que o principal estímulo foi fazer a universidade com espaço para aulas práticas, mas sem a necessidade de uma área muito enorme. O paradigma de ensino apresenta desde cursos básicos de 2 meses até módulos de 12 meses, com conteúdos práticos e teóricos. Os módulos têm duração de três horas semanais, podendo ser divididos em duas vezes por semana ou apenas no sábado.


O aluno tem que ser superior de 18 anos e ter ensino fundamental completo. Além da capacitação técnica, os cursos acrescentam aulas de empreendedorismo, com dicas de como se mostrar e se portar durante uma visita ao consumidor e como produzir um orçamento. A escola tem parcerias com grandes empresas do setor, como Deca, Tigre e Lorenzetti, que ajudam a criar o utensílio didático e fornecem produtos pras aulas práticas.


Segundo Pierre, isso faz com que os alunos tenham contato com as novidades e tendências do mercado. A atração de alunos é feita por distribuição de panfletos, abordagens em obras, anúncios, visitas a escolas do ensino médio, entre outros. Médias e grandes construtoras também são questão da faculdade, que fornece cursos até no canteiro de obras caso a corporação deseje. Graças às parcerias com construtoras, os alunos que se declaram são encaminhados para o mercado de serviço a começar por uma agência de recrutamento que tem êxito dentro de cada unidade. O Instituto da Construção, outra franquia de escolas profissionalizantes pra construção civil, tem modelos de negócio que variam segundo o número de habitantes da localidade. Cassia Assis, coordenadora do curso de engenharia civil do Instituto Mauá de Tecnologia, diz que as possibilidades são boas para as pessoas que quer investir em educação de profissionais para construção civil.



  • Vaso de Natal Lírios e Rosas

  • Energia de sobra

  • Piso frio

  • Abacaxis (sim, é sério)

  • Participe das palestras de segurança oferecidas na corporação

  • Jogos e brincadeiras de carnaval da Turma da Mônica (Coleção Você Sabia)

  • Peça fontes p/ contratar os profissionais que realizarão a obra

  • Cumprir metas de orçamento



plataforma elevatoria

Se a moradia estiver desarrumada e suja, fica dificultoso o freguês se sonhar vivendo lá. Realmente compensa até investir em um serviço de limpeza antes de abrir as portas pra visitas", diz Leardi. Também, se o vendedor continua morando no imóvel, é respeitável que ele impeça deixar cheiro de comida e a louça por lavar, visto que isto vai deixar uma péssima impressão pros possíveis clientes.


Cores neutras e poucos quadros pendurados não interferem no amo das pessoas e facilitam o interessado pelo imóvel a imaginar como será a decoração da futura casa. Procure bem como abrir espaço e deixar a moradia mais ampla. Aposte em iluminação natural e tire do caminho grandes mobílias, assim, o consumidor vai ter a real percepção do tamanho do imóvel que ele está adquirindo.


Religião e futebol não se discutem, ainda mais em uma visita imobiliária. Procure acobertar símbolos religiosos e posts esportivos da visão dos visitantes. Algumas pessoas levam a sério além da medida estes assuntos e conseguem até desistir da compra. Retratos familiares espalhados pela casa, por outro lado, agradam quem quer adquirir a própria casa. Lembre-se que comprar um imóvel é uma grande decisão, pelo motivo de envolve muito dinheiro. Logo, duvidosamente, alguém vai adquirir uma domínio com problemas estruturais ou com infiltração. Uma pequena reforma e uma reforçada pela pintura são indispensáveis por esse instante; no entanto, impossibilite fazer um reforma integral dado que isso leva tempo e pode ter altos custos.



Add comment