Reader Comments

Correr Ajuda A Suprimir A Gordura Da Barriga?

"Paulo" (2018-04-11)

 |  Post Reply

recursos adicionais

Por mais que você corra por alegria, saber que essa atividade também ajuda a preservar o físico em dia não é nada mal. Melhor: a corrida de estrada pode ser uma aliada na eliminação da gordura pela barriga. Fator de risco para doenças cardiovasculares, o exagero de gordura abdominal não é nada simples de ser eliminado. Não obstante, corredores dispõem de um poderoso aliado contra a gordura acumulada na cintura: os treinos intervalados, modalidade de corrida de alta intensidade seguida de um momentâneo descanso. Esse tipo de treino bem como é indicado para a perda da barriga pelo motivo de ele desencadeia uma série de respostas específicas a respeito do organismo que nenhum outro tipo de treino é capaz de provocar.


Elas se caracterizam, a título de exemplo, na variação da frequência cardíaca, por estímulos biomecânicos e pela liberação de hormônios que se ligam a receptores encontrados no tecido gorduroso abdominal, estimulando o corpo humano a utilizar essa gordura como referência de energia. A principal diferença para os treinos moderados e contínuos é que eles são responsáveis, especialmente, na queima de gordura periférica, sobretudo em pernas e braços, no entanto com efeito limitado sobre o tronco e a barriga, teu superior alvo.


Abaixo está uma planilha de treino, principlamente, pra você que já é qualificado de correr cinco km com tranquilidade e pretende derreter a gordura abdominal. Para perder a gordura da barriga, você assim como terá de suprimir tua gordura corporal total. Desse jeito, você terá muito mais sucesso combinando os treinos com uma dieta saudável e de baixa caloria. Por aqui estão outras dicas práticas para que você elimine a gordura mantendo uma dieta saudável.


Seguindo essa lógica, se você quer perder peso, mantendo o tônus muscular, deveria conciliar as duas atividades. Se quiser saber mais infos sobre isto nesse assunto, recomendo a leitura em outro excelente website navegando pelo link a a frente: leia mais. Todavia, como imediatamente expliquei por esta postagem, a musculação não só emagrece, como é muito mais eficiente que o respectivo aeróbio deste modo. A enorme vantagem desta atividade é oferecer ganhos de massa magra em conjunto com a perda de peso. Isto ocorre, entre outros motivos, porque um treino de musculação, no momento em que feito de forma intensa, desgasta as fibras musculares e as vias energéticas.


No modo de recuperação muscular, o organismo demanda muita energia - por meio da quebra de gordura e assim como de proteínas - pra reparar o que foi gasto. Pra ti ter ideia, o acrescentamento do metabolismo de repouso, após treinos intensos, chega a 480Kcal/dia em 24 horas após a sessão de treino e se mantém elevado em até 290kcal/dia quartenta e oito horas depois do treino.


Com o metabolismo acelerado, você continua queimando gordura por muito tempo após a atividade física. De quebra", tem o benefício da aumento de massa muscular muscular, por causa de o tecido muscular se recupera a partir do progresso. Ok, entretanto e o que ocorre quando você combina aeróbios e musculação? No decorrer do exercício em si, o aeróbio de baixa intensidade utiliza uma via energética diferenciado da musculação.


Não por sorte, a combinação entre treinos de força e treinos de resistência aeróbia, num mesmo tempo de tempo, é chamada de treinamento concorrente (TC) na literatura internacional. Este tipo de treinamento ficou popular ao ser utilizado por atletas, já que em diversos esportes a potência muscular e a resistência aeróbica estão intimamente ligadas e são solicitadas frequentemente.


  • Coma da forma certa
  • Casca de ½ abacaxi
  • Francyelle argumentou
  • 1 série - seis repetições (puxando pra esquerda)

Ocorre que o treinamento concorrente é altamente controverso, já que as atividades que o compõem geram mudanças fisiológicas opostas no corpo humano. Ou melhor, no momento em que praticados em conjunto, os treinos de musculação e aeróbicos perdem a especificidade e, consequentemente, os resultados benéficos. Uma meta-análise de 21 estudos a respeito de treinamento concorrente descreveu que o mesmo precisa ser evitado pra maioria dos objetivos, porque, com essa união, nenhum deles é atingido de forma plena.


Desse modo, fazer musculação e depois correr/pedalar/fazer transport/etc por trinta, quarenta minutos ou até por mais tempo, em intensidade moderada, não é o mais produtivo pra perder peso. Ah, entretanto e se eu fizer o aeróbico antes? Pior ainda, em razão de o aeróbico irá comprometer seu rendimento na musculação, podendo pré-fatigar certos grupos musculares, como as pernas.



Add comment