Reader Comments

IG Colunistas O Cara Legal

"João Miguel" (2018-04-19)

 |  Post Reply

estantes colecionadorNão se deve utilizar uma única medida padrão para tudo. Se pensar cada espaço para guardar tipo de quadrinho (tamanho, formato, etc) irá aproveitar muito mais armário e caberão mais quadrinhos e de forma mais organizada. Por isso que se chama: "móvel planejado", rsrsrs.

Só que aquele cara na banca falou que não ia ler boa parte do que comprou. A função da maioria daquelas capas duras ia ser, imagino, decorar a estante. Ou completar numeração de uma série, só pela necessidade de completar a numeração. Não era uma pilha para ler depois. Era uma pilha para atender a algum desejo particular, que não de ler.

Nossas vendas On-Line possuem um sistema de suporte ao comprador 24 horas por dia, 7 dias por semana. Comprando um de nossos produtos pelo site vc receberá em poucos minutos um e-mail automático com todos os nossos fones de contato e meios de pagamento.

Clássico ou não, no meu caso é manter as intenções do autor. Penso que estou a serviço dele, de seus personagens. Minha regra básica é: posso cortar, mas não posso acrescentar. Adaptações não são espaços para que eu coloque minhas próprias ideias. Para isso tenho meus livros e roteiros originais. Para que isso funcione sem sofrimento basta manter um critério: só adaptar de sua autores e obras que admiro.

A pouco tempo adquiri minha primeira estante para discos vinil, foi planejada mas tive dúvidas em algumas coisas, especialmente quanto material. Inicialmente eu queria de madeira pela questão da resistência, mas designer me recomendou MDF, pela questão dos cupins, e acabei aceitando (também pela questão do preço, claro). É bom saber que realmente este é material mais indicado.

Este é um dos suportes mais utilizados na hora de guardar gibis, pois permite poupar espaço e conseguir uma arrumação fácil. As caixas de papelão, por serem porosas, têm a vantagem de deixar as revistas "respirar", mas deverão ser bem vedadas para impedir a entrada de pó e insetos.

Minhas dicas principais são: sites de peso voltados para HQs, como Universo HQ; sites de comparação de preços; sites de editoras; pesquisas profundas sobre promoções; leitura de críticas feitas por gente que conhece muito; Guia dos Quadrinhos, pra organizar direitinho cada coleção e saber que já saiu e que está prestes a chegar; espaço, bom e limpo espaço para guardar os gibis.

Playmobil já tem uma parte de minha história de vida, também, pois quando era mais novo, minha mãe gostaria muito de presentear a mim e meu irmão com algumas figuras dessas, mas eram um pouco caras. Hoje, tenho um carinho especial pela coleção e vez ou outra adquiro algumas. Fora as que já dei de presente: pra meus pais, meus irmãos, cunhadas e esposa. No meu aniversário eu ganhei uma dupla de faroeste do meu filho.

Sabe, eu não me considero muito um colecionador de HQ. Porque não sou tão cuidadoso com meus gibis. Eu me considero mais um entusiasta da nona arte porque, ao fim e ao cabo, esse processo não fica só no ato de empilhar e guardar revistas em quadrinhos. Eu reflito sobre eles, estudo eles, dou aula sobre eles, escrevo sobre eles, discuto eles, então acho que nesse caso termo colecionador acaba ficando muito reducionista.

Para organizar sua coleção de miniaturas, Erica comprou uma estante com um número fixo de nichos. Enfim, a novidade não tão nova agora é que a história de Fani e Leo irá parar nos quadrinhos em breve, sim, teremos um Graphic Novel da série. Vale lembrar, que a história dos HQs não estará na ordem cronológica dos livros, ou seja, não irá contar a história de Fazendo Meu Filme 1, e sim falará apenas da festa surpresa que Fani organiza para Leo, da qual não sabemos muita coisa, pois não é um acontecimento muito citado no livro. Apenas sabemos.

, é um vilão que não quer destruir mundo, não quer governar mundo, ele só quer lucrar, suas motivações são claras e não existe nada megalomaníaco nele e cabe perfeitamente nesse universo urbano do qual faz parte Homem-Aranha. Com duas cenas pós-crédito, sendo a segunda genial, a Marvel acertou mais uma vez. Não trouxe um filme perfeito ou melhor filme do estúdio, mas trouxe um bom filme, com possibilidades ficar ainda melhor.

estante para vinilNao sou assinante , compro nas bancas e venho tendo tambem duvidas de como melhor expor minhas figuras. se bem que ja as exponho em duas prateleiras, mas como sao 200 aqui no pais, estou pensando em fazer um movel bacana, pois a coleçao merece nao e rs, tive a sorte de encontrar esse grupo em vc faz parque. minha esposa tambem curti as figuras pretento colocalas em uma prateleira com portas de vidro mas na parade tenho lampadas de croica na direçao onde ja estao minha coleçao mas quero polas protegidas com portas bom abraços espero que possamos trocar ideias sobre os marveis saude e paz.

Colecionador é um daqueles personagens que pouco aparecem em uma história, mas todo enredo gira em torno dele. Fã de carteirinha dos gibis, estudante Leonardo Polch, 26 anos, lamenta não ter mais tanto tempo para ler suas histórias favoritas. Antes de entrar na faculdade, ele comprava, em média, oito HQs por mês. Agora, precisa priorizar seus estudos. universitário relembra que foi irmão mais velho que emprestou a ele seu primeiro gibi - As aventuras do Superman. Mesmo com a vida corrida, Leonardo mantém um acervo de cerca de 3 mil quadrinhos. E avisa: Apesar de muita gente não acreditar, gibi é cultura", garante Leonardo. Fã de Batman e de quadrinhos adultos como Constantine, universitário lembra de uma aquisição que fez através da Estante Virtual. Comprei um HQ que procurava há tempos, A Morte do Superman. Gibis raros como este são difíceis de encontrar. As lojas não deixam disponível nas prateleiras por medo das pessoas deteriorarem a revista".

Add comment