Reader Comments

9 Ideias Pra Usar Inox Em Fachadas, Paredes, Escadas…

"Emanuel" (2018-04-06)

 |  Post Reply

Se esqueça o que você de imediato ouviu discutir sobre o valor e o problema de manuseio do aço inox. Pra ler um pouco mais deste foco, você pode acessar o website melhor referenciado nesse cenário, nele tenho certeza que encontrará algumas fontes tão boas quanto essas, encontre no link nesse site: clique na seguinte página da web. O gasto inicial supera o dos aços galvanizado e carbono. Contudo, considerando a alta durabilidade e a baixa manutenção, o custo encerramento será menor", avalia Arturo Chao Maceiras, diretor executivo do Núcleo Inox, de São Paulo. Composto de liga de ferro, carbono e cromo, o material conta com uma camada invisível que o protege da corrosão.


Desde que chegou ao Brasil, nos anos sessenta, avanços ocorreram em tão alto grau pela disponibilidade de cores e acabamentos (polido, escovado) quanto nas formas de trabalhá-lo. Uma tecnologia recente, o corte a laser, propicia maior exatidão nos recortes e nos acabamentos das chapas", exemplifica Claudio Magalhães, pesquisador da área de design da Pontifícia Instituição Católica do Rio de Janeiro (PUC-RIO). As novidades sensibilizam os arquitetos - e, ainda que o consumo anual no povo ainda seja nanico, estima-se um progresso de 12 por cento ao ano. A divulgação das promessas do inox estimula o aumento pela oferta de marcas e mão de obra treinada", diz o engenheiro Jorge Durão, da corporação paulista Innova. O que faz a corporação Innova?


Jorge Durão Henriques, engenheiro civil da Innova Arquitetura Decoração e Construção, de São Paulo. O nosso campo de atuação é espaçoso: oferecemos consultoria pra arquitetos e algumas vezes até para os empreiteiros. Comercializamos o projeto executivo para quem pretende trabalhar com o inox pela obra e até vendemos o objeto em forma de tecido, de revestimento, de rodapé. Quais os mitos desse tipo de aço?


Precisamos quebrar o paradigma de que ele é um objeto custoso de trabalhar e caro. É respeitável lembrar que ele podes até custar de maior preço que o aço carbono, todavia não enferruja, não tem de nenhuma pintura. Os arquitetos têm poucas infos a respeito do inox e acabam não especificando nas obras. Se ele fosse mais utilizado, poderíamos dobrar o consumo no Brasil, que é tão nanico. Estamos atrás do Chile, tendo como exemplo. Assim como é comum que arquitetos e leigos associem esse objeto a frieza. É preciso olhá-lo diferente, uma vez que o inox pode ser misturado com tijolos, cerâmicas e dar um resultado extraordinário.


O contraste fica agradável. Pelo motivo de o inox é insuficiente usado em casas? Acredito que a tendência para 2011 é muito boa. Temos que pensar que o Brasil está crescendo e a construção está em alta. Só devemos evidenciar os benefícios do inox, e também divulgá-lo melhor e doar infos pra que todos conheçam tuas descrições técnicas. Hoje, ele é muito usado em bancada, guarda-organismo, corrimão, contudo podemos utilizá-lo assim como em lustres, arandelas, rodapés, portas e guarnições de portas.


Devemos deixar a criatividade fluir. Tudo isso ajudará a ampliar a rede que processa os produtos. Há poucas indústrias e muita contrariedade para encontrar o objeto. Bem como não temos muita mão de obra especializada. A mesma serralheria que trabalha com alumínio e ferro poderia trabalhar com inox, entretanto, eles não dispõem de técnica e de trabalhadores treinados. Ao longo do tempo, o inox passou por mudanças. Claudio Magalhães, designer industrial e professor do Departamento de Artes e Design da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Nos últimos anos, surgiu a tecnologia do corte a laser, que permite fazer peças especiais com acabamentos primorosos. Antes, tínhamos que serrar as chapas e nunca conseguíamos acabamentos tão bons.


Bem como começaram a apresentar-se superfícies coloridas, que possibilitam aplicações infinitas. No momento em que devo usar o inox? Ele tem pequeno embate ambiental, pois é facilmente reciclado, e retém alta durabilidade. É possível encontrar diversas cores e tipos de acabamentos. Estas vantagens são ótimos. Como instalar pastilhas de inox? Rogério Marques, diretor da empresa Mozaik, de Bonito Horizonte. As placas vêm protegidas por um plástico e no nosso caso, elas trazem linhas azuis que sinalizam o sentido do acabamento escovado.



  • Ao terminar a obra, faça um contrato de conclusão

  • Comece uma modificação de hábitos

  • Livre-se de mobília volumosa

  • Tempo pequeno do que financiamento

  • Sobre a areia, coloque o cimento

  • Cozinha pequena decorada

  • Defina cores pros móveis e lugar em geral



site útil

Atenção: o plástico deve ser retirado só pela hora de ceder o acabamento do rejunte, o polimento dele. Primeiro, assente os revestimentos, aplique o rejunte com espátula de EVA (tipo de plástico que não arranha as peças) e só depois retire o plástico. Por fim, necessita-se fazer o polimento do rejunte (remover o exagero da massa) com uma esponja macia.


Que tipos de rejuntes são indicados? Temos um item acrílico, fabricado por nós, que não contém areia (capaz de arranhar o inox). Bem como é possível usar rejuntes de epóxi, montados por várias empresas. Nunca amparar produtos usados pra rejuntar pastilhas de vidro, que eles costumam danificam o inox. Em geral, a carga mineral deles é areia. Quem devo contratar pra instalação?


O mesmo instalador de pastilhas de vidro podes trabalhar com o revestimento de inox. Um profissional costuma assentar de 10 a 14 m² por dia, conforme a tua perícia. Belo Horizonte. Em São Paulo, este valor necessita ser o dobro. Como fazer a manutenção? Pela limpeza, impossibilite o emprego de esponjas de aço. Utilizar apenas pano, água e sabão neutro. Visto que utilizar o aço inox? Claudio Rampazzo, arquiteto de São Paulo. Sou apaixonado por esse objeto, por ele ser higiênico, nobre, não manchar e ser simples de trabalhar em todos os estilos - dobras, cortes. Usei como revestimento da fachada de uma fábrica em Guarulhos, na Enorme São Paulo, e gostei.


É um ambiente sujeito a poluição, a intempéries, e o inox é imbatível por causa de aguenta tudo isto perfeitamente. No Brasil, a grande barreira é o custo, na realidade, é uma máscara. O metro quadrado de produtos como mármores, pedras sintéticas e granitos é superior ao gasto do aço inox, porém ninguém faz essa conta. Outro problema é o acontecimento de toda humanidade vinculá-lo aos utilitários, como talheres e bancadas. Não se fornece o valor devido ao inox. Até imagino que hoje, no Brasil, há grande complexidade de achar esse metal beneficiado.



Add comment