Reader Comments

Suco Verde Em Pó é Excelente?

"Leticia" (2018-04-09)

 |  Post Reply

visite aqui

As estatinas são um grupo de medicamentos muito utilizados no tratamento do colesterol alto. Entre as drogas mais conhecidas nesse grupo, queremos referir a sinvastatina, rosuvastatina, pravastatina e atorvastatina. Apesar de serem drogas efetivas e seguras, por volta de cinco por cento a 10 por cento dos pacientes desenvolvem miopatia (lesão muscular), caracterizada clinicamente por aflição muscular, fragilidade e/ou câimbras.


Pacientes medicados com doses elevadas são aqueles com maior traço. As queixas de origem muscular são o principal efeito colateral das estatinas e a circunstância mais comum de interrupção do tratamento. Nessa postagem vamos fazer uma revisão sobre a miopatia pelas estatinas, abordando os seus sintomas, fatores de traço e opções de tratamento.


Se você procura informações mais abrangente a respeito as estatinas, olhe o seguinte hiperlink: REMÉDIOS Pra BAIXAR O COLESTEROL Alto. A gravidade de uma lesão muscular é definida não só pelos sintomas, que acrescentam dor e perda de força muscular, porém bem como por modificações nos exames laboratoriais. As células dos músculos são ricas numa enzima chamada creatinofosfoquinase, mais conhecida pelas siglas CK ou CPK.


No momento em que há injúria da massa muscular, divisão da enzima CK contida nos músculos extravasa pro sangue, fazendo com que o níveis sanguíneos de CK elevem-se. No tempo em que pequenos aumentos da CK conseguem haver em circunstâncias benignas, como depois de volumoso interesse físico, grandes elevações dos níveis sanguíneos são um sinal de dramático doença muscular. O valor de referência da CK costuma diversificar de acordo com cada laboratório. Em geral, o limite superior da normalidade localiza-se ao redor de cem a 200 U/L. Toda vez que o valor da CK localiza-se ao menos três vezes acima do valor normal, dizemos que o paciente tem mionecrose (morte de células musculares).


Lesão muscular leve: CK elevada de três a 9 vezes o valor normal. Lesão muscular moderada: CK elevada de dez a cinquenta vezes o valor normal. Lesão muscular crítico: CK hiperlink elevada mais de 50 vezes o valor normal. Assim, um paciente com CK ao redor de quatrocentos ou 500 U/L tem só uma lesão muscular suave, ao passo que um paciente com níveis de CK em volta de setenta.000 U/L tem uma crítico e extensa lesão muscular. Se além da mionecrose, o paciente assim como mostrar perda de proteínas musculares na urina, evento denominado como mioglobinúria, dizemos que ele tem rabdomiólise, um quadro sério, que pode transportar à insuficiência renal aguda.


  • Quatrorze- QUEDA DE CABELO
  • um Limão médio cortado em fatias finas,
  • Adeus, gordurinhas
  • 500ml de leite integral

As estatinas normalmente provocam lesão muscular leve, com pequenas elevações dos valores da CK. Porém, cerca de um em cada mil pacientes medicados com essas drogas poderá fazer moderada ou importante lesão muscular com rabdomiólise. As estatinas conseguem gerar um constelação de sintomas musculares, que acrescentam: desconforto, rigidez, cansaço, acrescentamento da sensibilidade, fragilidade ou câimbras. Em geral, os sintomas surgem depois de um empenho físico, contudo conseguem assim como estar presentes mesmo em repouso. A intensidade dos sintomas nem sempre está diretamente relacionada ao nível sanguíneo da CK. Alguns pacientes com muita angústia conseguem ter níveis baixos ou até normais de CK, durante o tempo que outros com queixas leves a moderadas podem ter taxas bem elevadas.


Sem fazer a dosagem da CK sanguínea não dá para definir com exatidão o grau de lesão muscular. Por isso, todo paciente em emprego de estatina que inicia quadro de angústia muscular deve fazer um diagnóstico de sangue para saber o grau de elevação da CK. O sintoma mais comum da miopatia das estatinas é a agonia muscular (mialgia), que podes ou não vir acompanhada de diminuição da força.


A perda de potência muscular da miopatia das estatinas pode fazer com que o paciente tenha dificuldade para erguer os braços acima da cabeça, erguer-se de uma cadeira ou subir escadas. Estes sintomas também são capazes de ser descritos pelo paciente como fadiga ou cansaço dos membros. Habitualmente, a miopatia das estatinas desenvolve-se nos primeiros seis meses de emprego do remédio, no entanto há casos de pacientes que só foram desenvolvê-la depois de alguns anos de emprego da droga. A lesão muscular pelas estatinas acontece em cerca de cinco a 10% dos usuários, e, mesmo dessa forma, a enorme maioria dos casos é de modo leve, sem grandes prejuízos à saúde do paciente. Apesar da raridade, podem haver casos de lesão muscular sério pelas estatinas. O quadro de rabdomiólise é o mais prejudicial, que as proteínas dos músculos conseguem entupir os túbulos renais, levando à insuficiência renal aguda.



Add comment