Reader Comments

11 Exercícios Fundamentais No Treinamento Funcional

"Giovanna" (2018-04-11)

 |  Post Reply

O hipotálamo é causador da elaboração da maioria dos hormônios, atua pela modificação celular, desde a permeabilidade da membrana até as modificações metabólicas, como lipólise, glicólise e novas funções. De uma forma geral, tem-se uma glândula que produz um hormônio e a começar por um desafio esse hormônio vai para a corrente sanguínea, que tem como objetivo comparecer a um órgão alvo. Ao surgir desse órgão alvo, tal hormônio causará um efeito.


Existem três maneiras de ação dos hormônios: parácrina, autócrina e endócrina. Endócrina: no momento em que o hormônio atinge órgãos distantes por intermédio da corrente sanguínea. Bem como existem células neuronais capazes de secretar hormônios, essa substância hormonal é chamada de neurócrino. O hipotálamo é quem produz a maioria dos hormônios e envia para as glândulas. Os corpos smartphones dos núcleos hipotalâmicos são os responsáveis na sinopse de hormônios, que irão para a hipófise por rodovia dos terminais dendríticos, e esta é a responsável pelo armazenar e secretar tais hormônios.


Ele faz contato com a hipófise, que é dividida em adeno-hipófise e neuro-hipófise. Com a adeno,a "ligação" é pelo eixo hipotálamo-hipófise, que é um sistema vascular. Relaciona-se com a neuro-hipófise pela rua neuronal. Como acontece a ativação smartphone desse hormônio? O rumo de ativação principal é pela adenilatociclase: o hormônio reage com o receptor de membrana da célula, formando a estrutura receptor-hormônio que ativa a enzima adenilatociclase.


Esta é a responsável pelo converter AMP em AMPc e esse atua como segundo mensageiro capaz de iniciar uma cascata de reações que irão originar o efeito do hormônio. Em reações musculares, a calmodulina é o segundo mensageiro. Quais são os tipos hormonais? Existem dois tipos hormonais: os chamados esteroides e os não-esteróides. Os hormônios esteroides são formados por colesterol e os ditos não-esteroides, por aminoácidos. Exemplos de esteroides, os sexuais: progesterona, testosterona; não-esteróides: tireoideos, peptídicas como a ocitocina e vasopressina. Atletas com baixa densidade de gordura corporal apresentam amenorreia, graças a não geração de esteróides que estão relacionados com a menstruação. Ocitocina: a ocitocina é um hormônio produzido pelo corpo smartphone hipotalâmico que será armazenado e secretado pela neuro-hipófise. A ocitocina é estimulada pela sucção feita pelo menino no peito da mãe ao longo da amamentação, ele sendo assim estimula a ejeção do leite e assim como atua na contração uterina. Não exibe ligação com o exercício físico.


Vassopresina ou ADH (hormônio anti-diurético): produzido pelo hipotálamo, é armazenado e secretado pela neuro-hipófise. Ao longo do exercício, a concentração circulante na corrente sanguínea é aumentada, devido à desidratação causada na sudorese . Beta-endorfina: secretada na adeno-hipófise, é considerada a mais importante endorfina dentre as outras (alfa e gama).Teu efeito é generalizado, sendo produzida a partir de um pró-hormônio (POMC). A POMC (Pro-opiomelanocortin) é sintetizada no córtex da suprarenal e captada na adeno-hipófise, posteriormente sofrerá clivagensque darão origem às endorfinas.



  • 25/03/2017 07h00 Atualizado 26/03/2017 12h27

  • Rosca alternada - 4 séries de oito a 10 repetições

  • 1/2 cenoura

  • Imagine em bons momentos

  • 100% Whey Protein - Optimum - Analise

  • Estágio Principiante

  • Colocar as folhas de dente-de-leão em uma caneca

  • Peito de frango (ou seis claras de ovos)



hormônio do crescimento https://dicasdemusculacao.com.br/gh-hormonio-crescimento/

Opióides: são substâncias derivadas do ópio, como a morfina, codeína e heróina. Utilizadas em amplas situações, todas geram estados distintos ao cidadão. A morfina tem efeitos analgésicos, é muito utilizada em hospitais pra tratamento de queimados, portadores de câncer, e todos aqueles que sofrem de aflição frequente e forte. A cadeína é um analgésico menos potente do que a morfina e induz enorme sonolência ao usuário. A heroína gera bem-estar e euforia ao usuário. Essas substâncias não são produzidas pelo organismo, diferente da beta-endorfina. GH: GH ou hormônio do avanço, é uma substância secretada durante toda a existência das pessoas, mesmo em diferentes fases. Ao longo do desevolvimento, tem como atividade a proliferação celular e na fase adulta, para a reparação tecidual.


O GHRH é quem é produzido e liberado pelo hipotálamo e quem vai incentivar a secreação do GH. A deficiência do GH gera nanismo. Na prática esportiva, quanto maior a intensidade do exercício, maior será a concentração plasmática do hormônio, por indispensabilidade de maior reparação tecidual. Em atletas, tem atividade de espessamento ósseo e progresso de ossos chatos. O corpo humano produz uma quantidade "x", desta maneira no momento em que administrado exogenamente podes ser considerado dopping.


O atleta que faz uso exógeno precisa gerenciar em período que anteceda o campeonato para que a quantidade possa ser eliminada antes da disputa. A medula adrenal é dividida morfologicamente em medula e córtex. A medula adrenal secreta catecolaminas e o córtex, aldoresterona, cortisol e DHEA. Aproveitando a chance, veja assim como este outro web site, trata de um assunto relacionado ao que escrevo por esse artigo, pode ser útil a leitura: Testogar. Catecolaminas: são consideradas neuro-hormônios, uma vez que estão vinculadas ao sistema neural simpático. As catecolaminas são: a dopamina, a noradrenalina e adrenalina.


A atividade física ativa a secreção de catecolaminas como a noradrenalina e adrenalina, elas ativam a lipase hormônio sensitiva (que aumenta mobilização de ácidos graxos porque esse hormônio atua Oxandrolona https://dicasdemusculacao.com.br/a-oxandrolona-anavar/ fragmentando os triglicerídeos) e aumentam a atividade glicolítica. O cortisol secretado pela zona fasciculada do córtex, tem como atividade principal ser antiinflamatório, bem como atua na sinopse proteica e é conhecido como o hormônio do estresse. Portanto, em condições de atividade física em que o estresse é apresentado, a secreção de cortisol é acentuada.


O estímulo pra secreção é via ACTH (adrenocorticótrofo) que é produzido na hipófise. A administração de medicamentos corticóideis, emprego exógeno, também possui ação antiinflamatória e circunstância retenção hídrica. É utilizado pra acelerar o modo de cura e cortar sintomatologia dolorosa, deste modo é pra atletas com inflamação fechada que não tenha bactérias. E também efeitos antiinflamatórios, o medicamento bloqueia os mediadores da agonia.


A aldosterona secretada pela zona glomerulosa, faz regulação da composição eletrolítica dos fluidos. Atua nos túbulos contorcidos proximais no rim, aumentando a reabsorção de potássio, sódio e juntamente a água, por efeito osmótico. Perdas hídricas no decorrer do exercício, ativam a aldosterona e a vasopressina. Os hormônios tireódeos, secretados na glândula tireóide, são interessantes reguladores do metabolismo, aumentam a tua atividade metabólica. Pessoas com hipotireoidismo, possível inexistência de iodo e também outros motivos, apresentam redução na taxa metabólica basal e disposição para reserva de energia. De imediato pessoas com hipertireoidismo apresentam magreza, hipertensão arterial e outros. Durante o exercício, a concentração de hormônios tireóideos são aumentadas , pra que ocorra o acréscimo do metabolismo basal. Após o exercício, observa-se estabilização da concentração desses hormônios.



Add comment