Reader Comments

7 Dicas Pra Perder peso Sem Descrever Calorias

"Lara" (2018-03-26)

 |  Post Reply

A redução de peso é deixe-me dizer um dos principais objetivos das pessoas que iniciam a pratica regular de exercícios físicos. As recomendações são capazes de variar, entretanto há um protocolo facilmente encontrado pela web que sinaliza a promoção de exercícios aeróbios contínuos, de intensidade leve a moderada, com duração de 20 a sessenta minutos. Os praticantes sugerem a promoção dessa atividade pela manhã, deste jeito que acordar.


A ideia seria usufruir as baixas reservas de glicogênio após uma noite de sono. Com os estoques de glicogênio comprometidos pelo jejum noturno, nosso organismo priorizaria a oxidação de gorduras no fornecimento de energia Clique Para Ver Mais essa atividade.mais métodos Devo assumir que a ideia por trás do conceito do AEJ/aerobiose é verdadeiramente tentadora. Estava montada a chamada "Zona de Queima de Gorduras".


Bastaria se exercitar numa periodicidade cardíaca que correspondesse a intensidade onde ocorre a taxa máxima de oxidação de gorduras, também conhecida pelo termo em inglês FATmax, para perder gordura. Apesar de se expressar em Aeróbio em Jejum, diversas vezes são ingeridos alguns suplementos antes da promoção desta atividade no intuito de prevenir a perda de massa magra. Para compreender onde reside a incoerência desta prática, é preciso lembrar que a glicose é fundamental pro prazeroso funcionamento do nosso corpo humano.


O cérebro, tendo como exemplo, só funciona em sua presença. Como os estoques de glicogênio estão comprometidos pelo jejum, nosso corpo vai tentar de todas as maneiras gerar glicose e impossibilitar as complicações causadas na sua baixa disponibilidade. Pra nossa sorte, a glicose podes ser sintetizada a partir das gorduras (triacilglicerol) e das proteínas (aminoácidos), recurso chamado gliconeogênese. Como a perda de proteínas não é sempre que é um resultado desejável, novas pessoas sugerem a ingestão de aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA) e/ou Glutamina em torno de 30 minutos antes de iniciar o AEJ.


  • Abdômen Sarado
  • 5-Faça versões mais saudáveis de seus alimentos preferidos
  • 21/07/2008 - Má alimentação e obesidade: o defeito está nos excessos
  • Encare a balança

A ideia é providenciar um fornecimento exógeno de substratos pra estrada gliconeogênica, e evitar a utilização dos aminoácidos que compõem a massa muscular (proteólise). Não obstante, a ingestão de aminoácidos em uma situação de jejum e vigor, como as vivenciadas no decorrer do AEJ, só surtirá o efeito desejado (poupar proteínas) se os aminoácidos forem convertidos em glicose. Então, os aminoácidos, que possuem valores de comercio bem mais elevados do que os carboidratos, serão convertidos em glicose através do nosso organismo.


Outra inconsistência observada pela prática do AEJ é a descrição de jejum. A ingestão de aminoácidos caracteriza a "quebra" do jejum. Apesar de tudo, jejum significa inanição, ausência total de ingestão calórica por um estabelecido tempo. Os ativistas que o digam. Em protestos envolvendo greve de fome, ninguém ingere aminoácidos ou qualquer outra substância! Por esse caso o termo justo não seria "Aeróbio em Jejum".


Seria aeróbio em Low Carb. Mesmo quando o Jejum é real (sem ingestão de aminoácidos), os resultados das pesquisas não apoiam essa prática. Jejum (Jejum de verdade, inanição total). 12h após o exercício, o grupo que se alimentou continuava com o VO2máx alto, no tempo em que o quociente respiratório reduziu significativamente, indicando superior utilização de gorduras pela circunstância alimentado, mas não no momento em que o exercícios era executado em jejum.


E 24hs após o exercício, a diferença ainda era significativa, com maior gasto energético e de gordura para quem se alimentou antes do exercício. Desse jeito, os autores concluíram que o exercício aeróbio moderado, pra perda de gordura, elaborado em JEJUM, não se intensifica a oxidação de Gorduras e uma refeição leve é aconselhável. O jejum também não se contou superior mesmo após seis semanas de Treinamento Intervalado de Alta Intensidade (HIIT) em mulheres obesas ou com sobrepeso. Na maior parte das vezes os textos que defendem o AEJ, se apoiam pela figura de um pesquisador sueco chamado Torbjorn Akerfeldt.


Normalmente eles fazem uma citação direta do pesquisador, mas nunca colocam o ano da publicação entre parênteses após o nome dele. É que supostamente, o Torbjorn Akerfeldt nunca publicou isto em revista científica. Ele publicou na "renomada" Muscle Midia pela década de 1990, que está extinta. Torbjorn Akerfeldt, realmente é sueco e publicou alguns artigos científicos. Ao digitar teu nome pela pubmed, foram listados nove artigos, sendo o primeiro deles em 2003. Tuas publicações em periódicos científicos, em nenhum momento tratam da oxidação de gorduras ou aeróbio em jejum.


A linha de pesquisa dele é processo inflamatório e proteína-C reativa. A utilização de somente um postagem científico pra esclarecer qualquer prática que seja poderá ser classificado como pobreza de evidências. Imagina no momento em que este post é de uma revista comum (tipo Interessante Maneira), que não existe mais e ainda por cima orienta as pessoas a promoção de uma atividade que não surte os efeitos desejados.


Outras pessoas utilizam como referencia pesquisas realizadas em mulçumanos ao longo do jejum do Ramadã. Mas vale lembrar que no decorrer do Ramadã, mês sagrado pros mulçumanos, o feito de jejuar acontece do nascer ao por do sol, caracterizando um jejum intermitente, com possível supercompensação de carboidratos. Por mais que as pessoas não levem em consideração o que os artigos ora divulgados concluem, podemos hipoteticamente supor que a Abordagem Metabólica é valida e contabilizar a quantidade de gorduras oxidadas no decorrer do AEJ. Se chegou até neste local é em razão de se interessou a respeito do que escrevi por esse post, direito? Pra saber mais infos sobre isso, recomendo um dos melhores websites a respeito de este tema trata-se da fonte principal no tema, visualize nesse lugar Clique Para Ver Mais. Caso necessite poderá entrar em contato diretamente com eles na página de contato, telefone ou email e saber mais.mais métodos Num contexto bastante otimista a perda de gorduras será ínfima. Assim, queremos concluir que a prática do AEJ não tem suporte em posts científicos e está presa ao paradigma de que pra perder calorias é preciso oxidar gorduras durante o exercício (abordagem metabólica). Achten J, Gleeson M, Jeukendrup AE (2002). Determination of the exercise intensity that elicits maximal fat oxidation. Med Sci Sports Exerc.


Ballor DL, Keesey RE (1991). A meta-analysis of the factors affecting exercise-induced changes in body mass, fat mass and fat-free mass in males and females. Ballor DL, Poehlman ET (1994). Exercise-training enhances fat-free mass preservation during diet-induced weight loss: a meta-analytical finding. Int J Obes Relat Metab Disord. Calles-Escandon J, Goran MI, O’Connell M, Nair KS, Danforth E JR.(1996) Exercise increases fat oxidation at rest unrelated to changes in energy balance or lipolysis.



Add comment